IMPACTO DE LA COVID-19 EN EL SECTOR AGRÍCOLA EN EL CORREDOR CAÁLA-CALENGA (HUAMBO, ANGOLA)


IMPACTO DA COVID-19 NO SECTOR AGRÁRIO NO CORREDOR CAÁLA-CALENGA (HUAMBO, ANGOLA)
COVID-19 IMPACT ON THE AGRICULTURAL SECTOR IN THE CAÁLA-CALENGA CORRIDOR (HUAMBO, ANGOLA)
Isaú Alfredo B. Quissindo1; Ana Lacerda Quartin2; Job Pakisi3
1Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), Huambo, Angola. E-mail: josuealf.2011@hotmail.com.
2Instituto Superior Politécnico do Huambo – UJES, Huambo, Angola. E-mail: anaquartin1@gmail.com.
3Faculdade de Medicina – UJES, Huambo, Angola. E-mail: jobpakisi19@gmail.com.

RESUMO
Sendo a agricultura um dos sectores mais importantes no desenvolvimento humano, estando ainda relacionado à segurança alimentar, para se avaliar o impacto do Covid-19 na produção e comercialização de produtos agrícola no Corredor Caála-Calenga, Província do Huambo (Angola), foram realizadas entrevistas semiestruturadas a 11 produtores-comerciantes de produtos agrícolas deste corredor. As entrevistas, aplicadas em delineamento experimental inteiramente casualizado e pelo método de amostragem aleatória simples, contemplaram questões relacionadas com noções sobre a doença/pandemia Covid-19, dados pessoais dos camponeses/vendedores, dados agronómicos, dados de comercialização em tempos anterior e pós-Covid-19. Os resultados e as abordagens de outros estudos descritos no presente trabalho, mostraram as seguintes evidências do impacto da Covid-19 no sector agrário na Calenga: Encarecimento dos produtos agrícolas, causado pelo igual aumento de preços e escassez dos factores de produção; Redução da mão-de-obra; Redução da área de cultivo e do número de produtores; Degradação de produtos no campo e/ou no local de venda.
Palavras-chave: Covid-19; produção agrícola; comercialização de produtos.

RESUMEN
Dado que la agricultura es uno de los sectores más importantes del desarrollo humano, también está relacionada con la seguridad alimentaria, para evaluar el impacto de Covid-19 en la producción y comercialización de productos agrícolas en el Corredor Caála-Calenga, Provincia de Huambo (Angola), se realizaron entrevistas semiestructuradas con 11 comerciantes de productos agrícolas en este corredor. Las entrevistas, aplicadas en un diseño experimental completamente aleatorizado y utilizando el método de muestreo aleatorio simple, cubrieron preguntas relacionadas con nociones sobre la enfermedad / pandemia Covid-19, datos personales de campesinos / vendedores, datos agronómicos, datos de marketing en anteriores y posteriores. COVID-19. Los resultados y enfoques de otros estudios descritos en el presente trabajo, mostraron las siguientes evidencias del impacto del Covid-19 en el sector agrícola de Calenga: Mejora de los productos agrícolas, provocada por un aumento igual de precios y escasez de factores de producción; Reducción de mano de obra; Reducción del área de cultivo / producción; Degradación de productos en campo y / o punto de venta.
Palabras clave: Covid-19; Producción agrícola; mercadeo de produto.

ABSTRACT
Since agriculture is one of the most important sectors in human development, it is also related to food security; In order to assess the impact of Covid-19 on the production and commercialization of agricultural products in the Caála-Calenga Corridor, Huambo Province (Angola), semi-structured interviews were conducted with 11 peasants and traders of agricultural products in this corridor. The interviews, applied in a completely randomized experimental design and using the simple random sampling method, covered questions related to notions about the Covid-19 disease / pandemic, personal data of peasants / sellers, agronomic data, marketing data in previous and post- Covid-19. The results and approaches of other studies described in the present work, showed the following evidences of the impact of Covid-19 in the agricultural sector in Calenga: Enhancement of agricultural products, caused by the equal increase in prices and scarcity of production factors; Reduction of labor; Reduction of cultivation area and number of peasants; Degradation of products in the field and / or at the point of sale.
Key words: Covid-19; Agricultural production; product marketing.

INTRODUÇÃO
Coronavírus é uma grande família de vírus que pode causar doenças em humanos e animais. O SARS-CoV-2 descoberto mais recentemente é o causador da doença Covid-19 (World Health Organization, 2019, p. 1).
A 12 de Dezembro de 2019, em Wuhan, China, foi hospitalizado o primeiro paciente infectado com Covid-19 (Wu et al., 2020, p. 265) e no dia 21 de Março de 2020, foram anunciados os primeiros dois casos de Covid-19 em Angola (Deutsche Welle, 2020, p. 1).
Havendo necessidade de acções de isolamento para evitar um aumento substancial de novas infecções, do número de mortos e colapso dos serviços de saúde, foi decretado estado de emergência a partir do dia 27 de Março de 2020 sendo prorrogado até 25 de Maio, onde entrou em vigor o estado de calamidade.
Essas acções, afectaram significativamente a agricultura pois, além de prejuízos em termos de renda (demanda), há riscos relacionados à oferta de alimentos, tanto vinculados às dificuldades na produção, nas cadeias de suprimento (processamento, infra-estrutura, logística, etc.) quanto a restrições voluntárias ao comércio internacional (Soendergaard et al., 2020, p. 2).
Vários estudos mostram que em todo o mundo o isolamento social teve um impacto na agricultura familiar visto que os principais canais de escoamento da produção foram drasticamente afectados (Borsatto et al., 2020, p. 13; Dev, 2020, p. 3; Barichello, 2020, p. 6).
Em África, na maioria as infra-estruturas pouco desenvolvidas e dependentes principalmente da distribuição tradicional, o fornecimento de vegetais tem sido afetado por interrupções no transporte e com o fornecimento de insumos agrícolas essenciais. Além disso, a pandemia poderá levar ao aumento das importações de produtos agrícolas no continente (Laborde et al., 2020, p. 501; Arouna, 2020, p. 3; Ayanlade & Radeny, 2020, p. 5).

Soendergaard et al. (2020, p. 2), encerra que grande parte da população africana depende de mercados urbanos informais de alimentos e, portanto, estão muito vulneráveis ao comprometimento dos fluxos locais ou regionais que os abastece.
Assim, sendo a agricultura um dos sectores mais importantes no desenvolvimento humano e está relacionado à segurança alimentar (Siche, 2020, p. 1), o presente estudo teve o objectivo de avaliar o impacto da actual situação motivada pela pandemia de Covid-19 na produção e comercialização de produtos agrícolas no Corredor Caála-Calenga, Província do Huambo (Angola).

MATERIAL E MÉTODOS
Área de estudo
Calenga é uma vila e comuna angolana que se localiza na província de Huambo, concretamente no extremo Norte do Município da Caála e a Oeste da Sede Municipal (figura 1). A comuna dista a 10 Km da Sede da Caála e tem como pontos de referência geográfica a seguinte caixa delimitadora geográfica (Geographic Bounding Box): -12.8375866;15.4664903 e -12.8452942;15.4612726.
De acordo com os dados dos provedores web de informação meteorológica, a média anual da temperatura máxima na Calenga varia entre os 30ºC e a mínima nos 7ºC. A maior cobertura de nuvem na comuna regista-se entre os meses de Abril e Outubro, sendo que atinge o auge em Junho-Julho com 87% do Céu coberto de nuvem. Na zona a estação chuvosa tem duração de 6 meses, compreendendo o período entre meados de Outubro a meados Abril (Weather Spark, 2020, p. 1-5).
Foi nesta zona onde se realizaram as entrevistas por delineamento experimental inteiramente casualizado, por permitir entrevistar de igual maneira os indivíduos encontrados nas proximidades do troço que liga a Caála e a Calenga.
O método de amostragem utilizado foi o aleatória simples com aqueles que estavam presentes nos locais de venda paralelo a estrada EN 260, onde se encontra o corredor Caála-Calenga. 

Leer artículo completo

No comments yet»

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: